terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Deixem o sutiã em paz!!!

Outro dia estava almoçando com umas amigas minhas, e aí vem sempre aquele assunto de "Menina, tô morta..."; "Rapaz, que semana de corno"; "Ai....não vejo a hora de dormir o final de semana inteiro"... Lamentações de uma sexta-feira numa semana atribulada, sabem? Aí papo vai, papo vem, e chegamos a uma conclusão:

Pra quê inventaram de queimar os malditos sutiãs?????


Pois bem, explicando: há alguns anos atrás, nós mulheres não tínhamos direito a quase nada. Nossa função era basicamente servir ao marido e cuidar da casa e dos filhos. Aí vieram mulheres vanguardistas e libertadoras dessa opressão, queimaram uns sutiãs em praça pública, e depois de um tempo já podemos votar, trabalhar, ser até presidAntas (hehehe).

Mas aí a mulher, coitada, ficou cheia de obrigações: tem que cuidar da casa, cuidar dos filhos, dar atenção pro marido, trabalhar fora.... Aí chega a sexta-feira e fica tudim assim: mooorta! 

Ok, foi tudo muito válido e louvável, os direitos conquistados são maravilhosos, e alcançamos o poder da independência. Mas todo bônus tem um ônus.....

Com toda essa coisa de direitos iguais, as mulheres trabalham tanto quanto os homens, e a renda delas é cada vez mais essencial nas casas. Duvido que nunca nenhuma mulher tenha desejado, mesmo que só por um diazinho, voltar a ser aquela boa e velha Amélia do lar.... Imagina aí, passar o dia cuidando da casa, deixando tudo limpinho e cheiroso, cozinhar aquela comidinha caseira, criar os filhos de perto e ajudá-los na lição de casa.... Tem muito benefício nisso, né? Não estou levantando nenhuma bandeira machista, que fique bem claro, gente!

Expectativa: ser a Amélia perfeita como
Betty da série Mad Men na década de 60
Casei há pouco mais de 1 ano, e em novembro passado tirei 1 semana de férias pra "descansar" em casa, sem viajar. Meu marido continuou trabalhando normal. Daí pensei: "oba! 1 semana sem fazer nada, vou dormir até tarde, ver todas as minhas séries no Netflix, passear no shopping, fazer hidratação no cabelo, etc..." Ou seja, zilhões de planos! Essa era minha expectativa. Minha realidade?
Acordei cedo todos os dias, arrumei casa, fiz feira, fiz almoço diariamente (comida saudável), arrumei armário..... e 0% Netflix, 0% dondoquice, 0% descansar. Conclusão: ser Amélia dá uma canseira!...
 
Realidade....

Pois bem, as mulheres hoje estão muito bem com tudo isso. Infelizmente têm que contratar pessoas pra cuidar dos seus filhos, e essas pessoas deixam de estar com seus filhos... Mulheres hoje racham as contas, fazem turnos no trabalho, na casa, votam.... E o cavalheirismo? Na maioria dos casos, foi pro beleléu. Mas homens, um recado: mulher pode ser independente, ter carreira e dinheiro, mas todas adoram ser tratadas como princesas e com delicadeza e cavalheirismo, porque os tempos podem ser modernos, mas as mulheres serão sempre....mulheres.

Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...