quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Galinhas e bois

Oi gente! Sumi sim, mas tô vivaaaaaa! E vim falar com vocês sobre um tema que vai e vem sempre está na minha rodinha de amigas: direitos das mulheres. Não é minha intenção, e muito menos aqui no blog, ficar com aquele papo chato sobre feminismo, longe de mim isso, mas esse assunto sempre gera muita polêmica, e isso sim eu gosto!



Por anos e anos e mais anos, as mulheres foram oprimidas, né? Daí veio aquela guerra ao sutiã, que gerou um monte de coisa, e o resultado é que hoje ficamos quase que de "igual pra igual" com os homens. Vejam bem, QUASE. Porque vamos combinar que ainda não está lá muito igual. Tenho uma amiga, a T*, que com certeza é a pessoa que eu conheço mais inconformada com as diferenças sociais entre homens e mulheres. Ela é bastante independente, e luta (apenas no seu círculo de amizades, sem revoltas populares) por colocar na cabeça das pessoas o quanto a sociedade é machista. 

Concordo T*, você está certa sim... Homens que já pegaram muitas mulheres, são conhecidos por serem pegadores (e disputadíssimos, diga-se de passagem). Já nós, mulheres, somos taxadas de quengas. É lasca isso... Tem todo tipo de preconceito: tem gente que critica mulher que bebe, que fuma, que fo@%..., tudo tem um peso muito maior nas mulheres. A sociedade é sempre mais receptiva aos homens, que além de tudo geralmente ganham mais nos mesmo cargos das mulheres. 

Daí eu estava vendo o Discovery (sim, sou nerd, adoro, me julguem), e estava passando um documentário sobre poligamia. E tem também um programinha da GNT que é sobre "tri-casais". O que eles têm em comum? Uma sociedade que aceita "de boa" 2 mulheres/ homem, mas que renega 2 homens/ mulher. Alôooooow? Por que pode um e não pode o outro? Aquele Mr.Catra mesmo, que tem umas 365 mulheres e uns 500 filhos??? Como assim tem mulher que se sujeita a isso???????? 

Daí em devaneios sociais num jantar a base de vinho, chegou a explicação para essa orgia ser aceita só pelos homens... Eu nunca tinha parado pra pensar em como surgiu isso na sociedade... Mas vamos lá, vou tentar explicar a conclusão a que chegamos: o principal objetivo histórico e biológico do sexo é procriar; portanto um homem pode engravidar mais de uma mulher por vez, sem problemas, porém cada mulher, se muito fértil, só consegue ter 1 gestação por ano. Com isso, entende-se que lá desde os primórdios da civilização aceita-se homens com várias mulheres, porque é uma forma de procriar mais (porque realmente o planeta tem pouca gente, né?). Portanto, somos igualados então a uma fazenda com várias vacas e um único boi, ou a um galinheiro cheio de galinhas que só precisa de 1 único galo. Evolução, hein? #sqn

Daí vi uma frase hoje muito legal, e que vai muito bem pra fechar esse post: 

"A melhor coisa no amor é fazer amor, pena que para isso se precise de um homem!" 
Coco Chanel

Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...