quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Você odeia ser você de vez em quando?

Juro que já estou com vergonha de vocês pela demora pra escrever aqui. Pois é, estou numa fase tão "xoxa" que nem meu bloguinho me anima... Malditos hormônios! Mas enfim, cá estou porque tive uma inspiração (espero que apenas a primeira de várias), pois uma amiga minha postou no Instagram dela:



Então isso me fez pensar, e pensar, e pensar mais um pouquinho. Daí conversando com outro amigo meu, ele me disse "Esse lance de dizer que passou a vida inteira gostando do que faz é conversa fiada. O ser humano é dinâmico." Pois é, aí tive a certeza de que minha desconfiança é mais séria do que eu pensava, e de que eu não sou a única pessoa do mundo que pensa e sente essas coisas.

Sempre pode ser pior....
Queria saber, inclusive, se há alguém nesse mundo que ama o que faz todos os dias. No começo dessa minha "insatisfação", me senti péssima. Mas aí passou. E depois de um tempo voltou. E passou de novo. E assim vai, indo e vindo. Percebi que não há problema nenhum em odiar o que fazemos. Todo mundo sente isso de vez em quando. Sou arquiteta, mas aí uma amiga minha veio com a jóia: "pelo menos a gente é arquiteta e lida com tijolo, imagina o urologista...?" Então é isso, meu lema de vida é: ...podia ser sempre pior...!

Eu odiava a faculdade. Odiava tudo nela. Mas fui até o fim porque amava trabalhar com arquitetura, e com meu estágio aprendia mais do que qualquer aula. Isso faz algum tempo, mas sei que ainda amo arquitetura. Só não amo 24hs por dia. Nas horas em que não estou trabalhando, amo fotografia, amo comer e beber, amo dormir, ver TV e jogar Candy Crush. Mas não amo arquitetura e nem nada relativo à ela nas minhas horas vagas. Amo muito mais esquecer arquitetura. Por isso não falo de arquitetura em bar, e nem viajo pra ver arquitetura, e não gosto de programas de TV sobre arquitetura. Sou arquiteta, mas arquitetura não está entre meus hobbies. 

Tá vendo que sempre pode ser beeeem pior?
Estou fazendo aula de fotografia (isso sim é meu hobby), e estou amando. Então fui a um parque aqui de Recife tirar umas fotos (quem quiser conferir vai lá no meu Flickr). Nesse parque tem uma Igrejinha fofa, e confesso que nem cheguei perto dela, porque NÃO, não gosto de fotos de arquitetura... Deve ser tipo a aversão que alguém que trabalha na McDonald´s deve sentir por batata frita...



E vocês? Vão me dizer que amam 100% do tempo o que fazem? 

Beijos!!!!

Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...