domingo, 7 de abril de 2013

D.Lunga nas "Oropa": Londres!

E pra finalizar meus posts sobre turismo e minhas "miniférias", vou falar um pouquinho sobre minha experiência em Londres. Na verdade fui primeiro pra lá, passei 6 dias, e depois fui por 3 dias para Paris. Eu adoro as grandes cidades, e desde o início eu imaginava que ía me encantar muito mais por Londres, apesar de todo mundo dizer que Paris é muito mais isso e aquilo e blá blá blá...

Meu café no hotel: muito bom e me fez uma gordinha feliz! :P
Fiquei em um bairro um pouco afastado, chamado Kensington. O hotel era ótimo (London Visitors Hotel), o único problema é que dele para o metrô era uma caminhada de exatos 15 minutos, se não fosse o extremo frio, seria uma caminhada super agradável, já que o bairro é bem típico, com aquelas casinhas super estilo Bridget Jones. Ah! E falando nela, entendi tanto ela.... aliás, entendi ela e todos os obesinhos de "Você é o que você come"! Bairro lindo, limpo, típico, seguro....aaaaaahhhh, moraria fácil-fácil lá! O café da manhã também era uma delícia, e lá eles são viciados em Nutella, comem com tudo (Bridget Jones again!).

Piccadilly Circus
Portão do Palácio de Buckingham
Não resisti e tirei uma foto dessa menina que estava na mesma cápsula que eu: muito fofa!
A cidade é simplesmente o máximo! As pessoas são lindas! E as que não nasceram lindas, se tornam o máximo porque são estilosas! O frio era insuportável, muitas vezes queria ficar mais na rua passeando, ou tirar mais fotos, mas o frio me impedia, e nem a mão de dentro do bolso do casaco eu queria tirar, mesmo com luvas. O vento também piora tudo, e diferente dos outros lugares, você não consegue ver um único raio de sol, o que coloca a sensação térmica abaixo de 0º facinho!
O metrô, assim como o de Paris, também é complicado, e cheio de trocas de estações, mas em compensação é bem limpo. Você não vê pessoas pedindo dinheiro, no máximo vê artistas nos corredores trocando seus dotes de talento por moedas de euros. E por sinal esses artistas são muito talentosos, alguns me lembravam James Blunt. Muitos inclusive devem se apresentar nos metrôs também pra se promover, pois deixavam seus cartões de visita disponíveis para possíveis interessados em contratá-los. Engraçado que apesar de não ter lixeiras nos metrôs (para evitar ataques com bombas), eles são muito limpos. Os ingleses são muito educados.
Sobre valores, é tudo caro. Não vou enganar vocês, se preparem pra abrir as carteiras. Mas lógico que tem os locais de sonho. Tem uma rede de farmácias de lá, que é tipo um sonho realizado, a Boots. Ela tem várias promoções, que a cada 2 produtos o 3º sai de graça. Aí vale muito mais a pena que ir numa Sephora, porque na Boots tem quase tudo! Pra quem gosta muito de compras, recomendo dar uma paradinha em Lisboa, e ir no El Corte Ingles, uma loja de departamentos fantástica, que tem desde roupas a eletrônicos, além de oferecer um desconto de 10% aos turistas, e ainda permitir o Tax Free nas compras acima de 60 euros. Em Londres (e nem em Paris) tem essa moleza não!

Abaixo os top 5 de Londres, na minha opinião:


1º- London Eye- sem palavras, incrível! Vista espetacular da cidade! E mesmo se você tiver medo de altura, mas VÁ! Vale a pena! É pago, e pela internet você consegue desconto, mas tem meio que hora marcada. Como sou uma pessoa que ODEIA compromisso em viagem, preferi deixar pra comprar na hora, e é sem problema nenhum. A fila é imensa, mas anda muuuuito rápido! A cápsula é quentinha, mas senti um frio insuportável na fila. Antes de ir pra fila da London Eye, tem um vídro em 4D que a pessoa pode assistir, e meu conselho é que assista sim! É muito legal, e é rapidinho. Eu parecia uma piveta enlouquecida!

Uma das vistas (porque é em 360 graus)
Projeto de neve na coberta da fila!









____________________________________________________________

2º- Camden Town- É um bairro alternativo de lá, mas muito bacana. É a cara de Amy Winehouse, até porque ela viveu muito lá. Tem de tudo lá: uma loja enooorme só para Clubbers, outra pra Geeks, artigos em couro, roupas usadas, pirulito de cannabis.... Tem muitos quiosques de comidas bem diferentes, vale a pena comer por lá. Fica a margem de um rio, e tem uma parte que era um antigo estábulo de cavalos, o Stables Market. Nesse dia eu estava com muito, mas muito frio, a ponto de não sentir meus dedos (mesmo com luvas), e as lojas lá são abertas, então raramente eu podia entrar em algum lugar pra me esquentar (fazia muito isso lá, não vou mentir...).
Aí precisei ir no banheiro, que fica no subsolo dessa parte do estábulos, e juro que fiquei com medo, porque o bairro é muito alternativo, e eu também achei que ía ser pior que o banheiro do CAC (prédio da faculdade UFPE onde fiz arquitetura). Mas fui, e por incrível que pareça, assim que entrei senti um cheirinho de eucalipto pois a moça estava limpando! Gente, ele é impecavelmente limpo! E passei um tempão lavando a mão porque a água da torneira é quentinha! Me salvou demais essa banheiro, ainda esquentei minha luva no secador de mãos! kkkk
Confesso que lá tem muita coisa bacana, e queria muito ter tirado muitas fotos, mas o frio me atrapalhou muito, então tirei apenas umas poucas com o celular mesmo.
____________________________________________________________

3º- Os Pubs londrinos- Diferentes dos pubs daqui, os de lá são muito frequentados depois do trabalho, no final da tarde pra comecinho da noite. As pessoas podem ir só beber e ficar em pé conversando, ou sentar e comer. As comidas são muito boas, e bem típicas. De dia a maioria funciona como restaurante normal. Vale a pena experimentar o hambúrguer (bem tradicional nos pubs), o Fish and Chips (o famoso peixe frito com batatas fritas), a torta de carne e a costelinha. Sempre acompanhando tudo com cerveja, claro!
The Blackfriar, um dos mais antigos pubs de lá.
Atendimento bom, lugar bacana e pessoas bonitas!
Fui sem reservar mesa, estava bem cheio
mas foi tranquilo, mas cheguei umas 18:30hs





















Em sentido horário: Fish and Chips com Guiness; alguma coisa de porco;
a famosa torta de carne e o tradicional hamburguer
 ____________________________________________________________

4º- Charing Cross Road, a Rua dos sebos de livros, que fica em Chinatown- é um local bem legal, com várias livrarias, que vendem livros novos e usados. Tirei muitas fotos bacanas, porque o bairro é bem tradicional. Curti bastante! 




Comi lá num restaurante asiático, quis dar uma inovada.... mas não rolou....passei o resto do dia muuuuito enjoada :((( Antes eu tivesse ido numa das 800 Subway que tem lá, né?
 ____________________________________________________________

Tem os robozinhos de dinossauros lá,
muuuuito legal!
5º- Natural History Museum- esse museu é fantástico, mostra a evolução do homem, os dinossauros, os bichinhos, além de ter restaurantes, cafés, lojinhas e de quebra é LINDO! Só que mais uma vez eu estava com muito frio pra tirar fotos da parte externa....

Se você adora museus, pode separar quase um dia inteiro pra esse, porque vale a pena!

fotnte: http://openbuildings.com/buildings/
natural-history-museum-profile-6528#



____________________________________________________________

Ah! Uma dica extra: se você adora Shoppings, tem um Shopping lá, o Westfield London. É o melhor e mais lindo que eu já vi na vida. As lojas são boas (mas também tem as básicas), e o que mais me deixou encantada foi a arquitetura dele. Vale a pena ir nele só pra passear e comer na praça de alimentação (que também é linda). Ah! E nele tem uma Boots que é gigante!!! Você pode ir de metrô e descer na estação Shepherd´s Bush.

Outra dica é que toda Starbucks tem wifi grátis, aí você se cadastra uma vez e nas próximas ele entra automático.

E então, o que acharam? O post foi longo mas coloquei bastante fotinhos pra tentar passar um pouquinho de lá.

Beijos!!!







Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...