segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Adolescência pesada...

Oi gente!!! Olha, quem me conhece pessoalmente deve saber o quanto sou curiosa, e em como adoro me aprofundar em alguns assuntos. Quando coloco uma coisa na cabeça, não páro até entender algo do assunto em questão. Por exemplo: no colégio, sempre que a professora de Biologia falava alguma doença, eu chegava em casa e pesquisava na Barsa (uhuuu, lembram disso?); no último ano do colégio, fiquei obcecada com tudo relativo à Segunda Guerra e Hitler, e li uns 3 livros só sobre isso...em pleno ano de vestibular... 

Pois bem, meu novo assunto obsessivo é uma coisa beeeem delicada, sabem? Tudo começou porque no começo da semana tive insônia, e resolvi fuçar o Instagram pra me dar sono (porque sempre me dá), e aí fui entrando, vendo hashtags, e fuçando mais. Daí cheguei em #anorexia, e fiquei meio chocada com as fotos. Indo mais a fundo na "pesquisa", cheguei a #cutting. Gente! Fiquei chocada total! Não sei se vocês sabem o que é isso, portanto vai uma explicação by Wikipedia: 



"Cutting ou Automutilação (AM), é definido como qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. Os atos geralmente têm como intenção o alívio de dores emocionais e em grande parte dos casos, estão associados ao Transtorno de Personalidade Borderline."

Se vocês já viram alguém se cortar ou arranhar nos pulsos, braços, pernas, ou qualquer outro local, saibam que é isso. E por incrível que pareça, é muito mais comum do que eu poderia imaginar. Conversando com alguns amigos, descobri que muitos conhecem alguém que tem o problema (eu não conheço ninguém). Isso já é suficiente pra ter se tornado minha nova obsessão de conhecimento: preciso entender melhor essas pessoas que se cortam pra afogar as mágoas. 

Demi Lovato: famosa que se cortava, e assumiu isso publicamente
'O silêncio é o choro mais alto de uma garota.'' 
Pelas minhas pesquisas em blogs sobre o assunto, geralmente esse cutting está associado à depressão e distúrbio alimentares. São adolescentes desde uns 12 anos, que têm contas anônimas no Insta para desabafarem e conversar com pessoas que têm o mesmo problema. Ao contrário da anorexia, esses jovens sabem que o que fazem é errado, e se envergonham disso, e sempre perdem desculpas a alguém por ter sido fraco e se cortado novamente. Infelizmente não conseguem parar, pois é uma angústia tão grande dentro deles que a única coisa que os consola é sentir a navalha rasgando a pele... Não vi em nenhum local estímulo a essa prática, pelo contrário, todos queriam ser fortes pra parar. Tem até um tal de "Projeto Borboleta", que é pra dar apoio a esses jovens, que são em sua maioria meninas (se tiver curiosidade, é bem legal, joga no google que tem várias coisas sobre o projeto).

Enfim, fiquei meio "coisada" com tudo o que vi e li (treinei super meu inglês!), e tenho pensado muito sobre esse assunto de depressão na adolescência. E o pior é que não parece fingimento nem drama, sabe? Esses jovens realmente têm problemas, e precisam muuuuito de ajuda! É um vício, como uma droga, que a pessoa começa com pouco e vai aumentando a dose e a frequência, até ficar incontrolável. 

Pra quem quer entender um pouquinho mais sobre isso, até pra ver quando e como acontece, tem um filme que eu já assisti umas 3 vezes: "Aos Treze". Ele é bem bacana, e mostra como pode ser complicada a vida de uma jovem adolescente, e todos os problemas que passam na cabeça dela. Interessante principalmente pra quem tem filhos, pra ajudar a identificar alguns sinais. A atriz principal sofre de cutting. É pesadinho, mas bem bacana. Interessante também "Garota, Interrompida" com Angelina Jolie. E tem também a música Clarisse de Legião Urbana que fala exatamente sobre as angústias de uma menina de 14 anos que se corta (os fãs que me perdoem, mas essa música é capaz de deixar até o Bozo deprê!).

Bem, pra finalizar, só queria dizer que estou falando disso aqui com vocês porque é uma coisa que realmente ficou na minha cabeça, e que eu queria tentar entender, sabe? Talvez minha curiosidade extrema seja tipo um vício pra mim, porque não consigo parar de procurar mais e mais informações sobre o assunto da época! E vocês, têm algo a dizer sobre isso? E mais uma vez lembrem-se que essas pessoas não precisam de mais preconceito, e sim de carinho e ajuda!


Beijos!
:*
:*
:*



quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Chifre no carnaval?

Mais uma vez me inspirei em um amigo para escrever esse post. Esse meu amigo fofíssimo (beijo frendi!) me disse que estava querendo uma namorada. Essa é a meta dele principal para 2013. Aliás, essa era opinião dele antes de perceber que o carnaval está bem próximo. Agora veio com um papo de "o ano só começa depois do carnaval"

Ok, vou confessar que super entendo ele, e que até apoio a decisão dele de deixar para depois da folia um relacionamento mais sério. Ele já tem até uma pretendente, mas atrasou o "bote" pra depois da festa de Momo. Até honesto da parte dele, né? Por que se envolver mais sério agora se a intenção é curtir o carnaval com tudo o que tem direito?

A pegação não tem limite de idade! 

Sou contra a pessoa começar um namoro já pensando que dia tal tem tal festa e vai meter gaia, sabe? Gente, qual a necessidade disso, hein? Ninguém precisa assumir nada se não estiver realmente a fim, percebem? A não ser que você seja lá dos desertos do Oriente, aí já é outro papo. 



Uma outra coisa que me irrita é aquele velho caso de um casal que está indo muito bem, aí chega na véspera da festa, um deles dá um jeito de "dar um tempo", vai pra farra, e depois se diz todo arrependido pedindo pra voltar. Olha, fica a dica: se você quiser voltar, até pode voltar, mas saiba que levou gaia. Volte e assuma que essa é a verdade, e que vai ter que aceitar isso, ok? Mesmo que a outra pessoa negue, mas foi isso. Ninguém acaba na véspera do carnaval pra ficar em casa refletindo sobre a relação e vendo desfile de Escola de Samba, ok? 


Bem, acho que a melhor coisa é ser honesto. Tipo meu amiguinho sabe? Ele quer namorar, mas também quer pular carnaval (diga-se: aprontar no carnaval), então nada mais justo do que deixar a boyzinha em stand-by, sem assumir nada sério, e daí depois da farra se entregar de vez, concordam? Honestidade é TUDO numa relação, #ficadica!

Beijos!!!!!
:*
:*
:*

ps.: Não esqueçam: na folia e sempre usem camisinha! ;)

sábado, 12 de janeiro de 2013

HOMENS X MULHERES- Parte 1

Oi meus lindos e lindas! E aí, como estão de 2013? Espero que tudo lindo! Como post de abertura este ano, estou muito inspirada pra um tema que sempre surge em rodas mistas de bar: homens X mulheres. 












Esses dias tive um almoço bem produtivo com alguns amigos. O papo que rolou durante o almoço foi um debate bastante interessante sobre homens e mulheres. Mais uma vez defendi minha tese de que as mulheres são chatas (e que fique bastante claro que me incluo totalmente nessa chatice). Se eu tivesse nascido homem, acho que viraria gay só pra não ter que me relacionar com uma mulher. Sério mesmo, nós somos chatas, complicadas, cheias de pra-quê-isso, concordam?


Um tópico da conversa foi sobre gravidez: um amigo meu comentou que deve ser muito bom acompanhar a gravidez da esposa durante os 9 meses. Coitado... Juro que senti pena dele por pensar assim!  Imaginem como somos insuportáveis nas TPM´s, agora imaginem 9 meses de pura TPM! Além do sono, choros, gases, flutuações de humor... Se eu já sou chata, nem consigo me imaginar grávida, onde tudo é mais intenso! Nunca fiquei grávida, mas quem descreveu a gravidez como um período de 9 meses de TPM foi uma grande amiga minha com bastante experiência nesse assunto. E mais uma vez culpo esses malditos hormônios, que acabam conosco mulheres! Celulite, instabilidade emocional, inchaço... tudo isso é culpa dos hormônios!!!! E como na gravidez fica tudo mais e mais, imaginem mais hormônio ainda que o normal, que já é ruim! Aiiiii, só Jesus salva!!! kkkk Como diria Irmã Zuleide: #oremos!

Tem dias que nem eu me aguento. E sei que 95% das mulheres é exatamente assim, que nem eu. Não somos diferentes em absolutamente nada. Estamos lá, numa boa, conversando, rindo, e aí do nada (DO NADA MESMO) bate uma tristeza, uma vontade de chorar, uma carência e insegurança incontroláveis! Aaaaai como eu queria ser homem.... Aliás, adoro a simplicidade masculina. Amo isso de praticidade. A maioria dos homens só vê as coisas em branco e preto, e alguns momentos um tonzinho de vermelho. Já nós mulheres conseguimos uma gama infindável de Pantone nesse intervalo, e ainda misturamos o branco com o vermelho, resultando em tons inéditos de rosa. Na teoria é até charmoso isso na mulher, mas na prática nem eu aguento.


Mulher tem um defeito irritante: nós queremos que os homens entendam nas entrelinhas, porque nós sempre temos entrelinhas e observações. Por serem extremamente práticos, a maioria dos homens não consegue ver entrelinha nenhuma, em nada. Os homens interpretam exatamente o que dizemos. Vou exemplificar um diálogo:

H- Amor, você está triste?
M- Não, está tudo bem... (fazendo uma cara estranha)
H- Então tá bom, onde você quer almoçar?
M- ALMOÇAR?!? Sério que você quer comer??? Como você ainda tem fome com o clima que está entre nós? Você realmente não percebeu que desde a semana passada eu estou deprimida porque você esqueceu nosso aniversário de namoro?! Já sei, você não me ama mais, né? Ahhhhh sim, porque se você ainda me amasse não iria esquecer nosso aniversário! É isso né? Já sei! É outra né?!?!!!!! Admita, vá! Admita logo! Quem é? Faz tempo????
H- Hã? Tá louca?
M- VOCÊ ESTÁ ME CHAMANDO DE LOOOOOUCA! (aos berros, daí respira fundo, e começa a chorar) - É isso, né? Você não me ama mais porque me acha louca né? E além de tudo também perdeu o desejo em mim e me acha gorda né?..... (momento de silêncio com a cabeça baixa) - JÁ SEI!!! Você está me traindo com a vizinha gostosa do 503, né??? Admita, é ela né?! Faz tempo????? Você a ama?
H- Hã?......... Quem é essa vizinha?
M- Agora você finge que nem sabe quem é ela, né? Seu cachorro! Aposto que foi desde aquele dia que você disse que ía na padaria e esqueceu de comprar o queijo, né?! E pior: eu sei, eu no fundo sei, que você a ama e quer acabar tudo comigo pra ficar com ela, né? Seja homem e admita!!!! Nunca mais quero olhar nessa sua cara imunda!!!! Imbecil! Vá lá ficar com sua ninfetinha do quinto andar! ADEUS!
- e nesse momento ela sai do carro aos prantos e correndo, enquanto o homem fica boquiaberto dentro do carro sem reação, quando coça o queixo e pensa em voz alta franzindo a testa:
H- Quem é que mora mesmo no quinto andar???... 


Ok, reflitam sobre a primeira parte desse post, porque tenho muito pano pra manga ainda! Vocês concordam com minta teoria? Vai ter mais debate, aguardem! ;)

Beijos!
:*
:*
:*

OBS.: Lembram da propaganda da Havaianas com O Astro que falava de TPM? Muito boa!!!! Aqui do lado tem o link, adooooooorro! :)

Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...