domingo, 9 de dezembro de 2012

O CARA que toda mulher realmente quer!


Fui ao show de Roberto Carlos na sexta (ok, mesmo que vocês achem brega, mas confesso que adorroooo...), e tenho que admitir: ele é O cara! Gente, é sério, nunca em meus 32 aninhos de vida ouvi uma história sequer manchando a moral do Rei, mas no show percebi que mesmo sendo um ícone de bom-homem ele deixa as mina pirada! Comparei com Fábio Jr., que também enlouquece muitas mulheres, mas aí percebi que são bem diferentes, e que Fábio Jr. desde sempre foi bem safadinho e galinha, e vive casando e descasando, bem diferente de Roberto, que não tem um único defeito na imagem dele. Como boa blogueira que sou, comecei a pensar imediatamente num post pra vocês, e cheguei a uma conclusão meio estranha a princípio...

Sabem Christian Grey? Sim, aquele de Cinquenta Tons de Cinza... Ele é lindo, milionário, gostosérrimo, e o mais importante: mega apaixonado pela protagonista Anastasia. Então pensei que, do mesmo jeito que as mulheres hoje estão enlouquecidas por Grey (aaahhhhh Grey.....), a geração anterior é apaixonada por Roberto Carlos! Por que será? Vamos analisar: 

     *Beleza? Bem, vamos combinar que R.C. não é lá bonito não.... 
     *Dinheiro? Acho que isso não influencia nessa paixão platônica...
     *Romantismo? Estamos começando a chegar num denominador comum!...

Pois é, gente, apesar de Grey adorar dar uns tapinhas, mas ele tem aquela coisa de você-é-linda-e-não-consigo-mais-viver-sem-você, sabem? E ele repete isso sempre, entre uma pegada e outra (aaahhhhh Grey.....). Ele deixa a mulher se sentindo a mais amada, a mais desejada, a mais linda.... e na verdade é apenas isso que nós, mulheres, queremos! O resto vem de bônus! No fundo, toda mulher adora se sentir princesa, cortejada diariamente, amada e desejada incondicionalmente. E isso Grey e R.C. fazem muito bem! Lógico que não estou dizendo pra ninguém ser meloso, até porque um Bizunguinha pode ser capaz de brochar qualquer mulher. Mulher gosta de romantismo sim, mas de macho, com pegada, sabe? 
O imaginário para Grey...
As mina tudo pirada!!!

Leiam abaixo alguns trechos de músicas que mais levaram as mina a loucura no show:

"(...) Quero ser a coisa boa, liberada ou proibida , tudo em sua vida. Eu quero que você me dê o que você quiser, quero te dar tudo que um homem dá pra uma mulher (...)"  Cama e Mesa
"(...) Nosso amor é assim / Pra você e pra mim / Como manda a receita / Nossas curvas se acham / Nossas formas se encaixam / Na medida perfeita.. / Cada parte de nós / Tem a forma ideal / Quando juntas estão / Coincidência total / Do Côncavo e o Convexo / Assim é nosso amor / No sexo... (...)" 

"(...) O cara que pensa em você toda hora / Que conta os segundos se você demora / Que está todo o tempo querendo te ver / Porque já não sabe ficar sem você / E no meio da noite te chama / Pra dizer que te ama / Esse cara sou eu / O cara que ama você do seu jeito / Que depois do amor você se deita em seu peito / Te acaricia os cabelos, te fala de amor / Te fala outras coisas, te causa calor (...)"  Esse Cara sou eu
Vocês perceberam? Não?!?!!! Então ajudo: desde a década de 70 Roberto Carlos já conseguia, através das letras de suas músicas, entrar na mente das mulheres e as fazerem sonhar com aquele cara que iria jogá-las na parede e fazer mulher, tal qual Christian Grey hoje. No show cheguei a conclusão de que R.C. é o precursor de Grey. A fórmula é a mesma: homem apaixonado, dedicado, com pegada  e que coloca a amada num pedestal como centro do mundo dele. Pois é, essa é a fórmula mágica do CARA!

E então meninas, vocês também concordam com essa fórmula mágica?
Meninos, o que vocês acharam??? 

Se não quiserem falar aqui, em público, podem mandar e-mail opinando contato@detalhe1pra1.com


E se você estiver curioso pra ver um pedacinho do show, e de como as mina tão tudo pirada, postei no Youtube: 


Beijos!!!! :***************** 





Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...