quinta-feira, 19 de julho de 2012

A nova folha de parreira das Evas

Desde que Eva deixou de usar a folhinha como lingerie, que existe uma dúvida na sociedade: calcinha bege é brochante? Pois é, gente, isso é uma dúvida que nos aterroriza, sabe? Até que ponto vale a pena usar aquela super calcinha-prende-barriga que não marca naquele vestido justo ou naquele jeans claro? Pois é...é um perigo: vai que o vestido faz sucesso e você alcança o objetivo.... e aí, o que faz hein? Até porque a mega-calcinha pode ajudar no sucesso inicial do plano, mas o risco é acabar com a 2ª parte dele!



Mas de onde será que vem esse preconceito? Será porque lembra nossas avós? Ou lembra um pós-operatório? Ai que dúvida, né?! Mas vamos lá, vou tentar entrar em defesa do velho e bom bege: não precisa ser daquelas enooormes tipo Bridget Jones, nem daqueles tons de bege que você já tem cara de velho desde que se compra. E se fosse um modelo de renda, bonitinho, digno de modelo da Victoria Secrets? Poxa gente, dá uma chance pro bege, vai..... tem coisa muito pior.... A cor bege é muito útil para nós, mulheres, porque a gente pode usar muitos tons de roupa nos quais a cor bege da lingerie é fundamental para "escondê-la".

Acho que o problema não é a cor bege em si, mas sim o modelo. Tem modelos que nem se fosse de ouro iria dar algum tesão.


X


Como nesse modelo acima: a cor vermelha (cor da paixão), detalhe lateral em renda, modelo magrinha, sem celulite.....mas e aí, alguém pegava??? 

Tá me chamando de goooooorda!?!?!

Minha foto

Sou uma arquiteta metida a programadora visual, fotógrafa e conselheira amorosa. Filha única, cresci sendo amiga de muitos meninos, que eram como meus irmãos. Isso me fez ver a mente masculina de uma forma um pouco diferente...